Em maio deste ano, o Houston Rockets foi eliminado por um poderoso Golden State Warriors na semifinal da Conferência Oeste da NBA. Passados seis meses, a franquia da Califórnia voltou combalida e desfalcada ao ginásio de Houston e não foi páreo para o time do Texas: 129 a 112, com direito a um duplo-duplo (36 pontos e 13 assistências) de James Harden, cestinha do jogo.

Foi a sexta derrota em oito jogos nesta temporada dos ganhadores de três títulos da liga americana de basquete nos últimos cinco anos. Já os Rockets obtiveram o quinto triunfo em oito partidas.

Pelo lado dos Warriors, que não contaram com as feras Curry, Draymond Green e Klay Thompson, todos lesionados, o principal pontuador foi o armador que saiu do banco Alec Burks, com 28 pontos.

O jogo

O técnico Steve Kerr sabia que não seria nada fácil desbancar os Rockets, que tinha muito mais força técnica do que o seu Golden State com James Harden, Russell Westbrook e Capela. A partida começou equilibrada, mais por conta dos erros nos arremessos dos visitantes, que surpreenderam ao fazerem a bola correr e envolverem a defesa texana em alguns lances. Mais entrosado, os Rockets curiosamente viram em um jogador do banco o seu maior pontuador no começo do jogo: Austin Rivers acertou as três bolas de três que tentou e foi o maior responsável pela vitória apertadíssima por 30 a 29 ao fim do 1º quarto.

Com uma marcação dobrada em cima da fera Harden e muita entrega, os Warriors fizeram um grande início de segundo período, jogando no mesmo nível do time da casa. O ala-pivô Eric Paschall era o principal nome ofensivo do time californiano. Destaque também para Alec Burks, que deixou o banco para ajudar. O que não foi surpresa é que, mais cedo ou mais tarde, o Barba iria acordar. Com 13 pontos consecutivos, o dono dos Rockets colocou sua equipe na frente do placar e definiu como seria o resto da noite. Foram 24 pontos do Barba na primeira metade do jogo, sendo 20 deles no 2º quarto.

Acostumado a ser o cara do Oklahoma City Thunder, Russell Westbrook não consegue ter o mesmo protagonismo nos Rockets de James Harden, mas o armador vem encontrando sua forma de ajudar bastante a franquia texana. E no terceiro quarto ele passou a pontuar mais, facilitando a tarefa do seu time. Após impor um grande ritmo de marcação, os jovens dos Warriors cansaram, tornando ainda mais fácil o encaminhamento do triunfo do Houston diante da sua torcida.

A vantagem, que chegou a ficar em 22 pontos, caiu no período final, quando o Houston passou a controlar o jogo, optando por jogar em ritmo mais lento. Deu até para Westbrook ficar perto de um triplo-duplo, mas o armador fechou com 18 pontos, oito rebotes e seis assistências. Quando zerou o cronômetro, os Rockets venceram por 17 pontos de diferença: 129 a 112.

fonte: Globo.com

1 Comentário

Comments are closed.